NOTÍCIAS

Educação Profissional e Técnica 17:09, 16 jan 2019 Educação Profissional e Técnica criam oportunidades para jovens estudantes na Paraíba

Foto: Diego Nóbrega

Há dois anos sem trabalhar e com duas crianças para criar, Karinthea Kerlla Rolim, de 32 anos, da cidade de Cajazeiras, sentiu a necessidade de se qualificar e se preparar para o mercado de trabalho. Encontrou no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) a oportunidade de formação profissional. O programa faz parte da série de projetos implantados pela Gerência Executiva de Educação Profissional da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) para inserção das pessoas no setor produtivo, dentre eles, os estudantes da Rede Estadual de Ensino. Os acessos para a qualificação profissional na Paraíba são por meio das Escolas Cidadãs Integrais Técnicas (ECITS), Educação Profissional e Técnológica (EPTS), Pronatec, Mediotec e Paraibatec.

Com habilidades em costura, após a rotina de dona de casa, Karinthea Kerlla escolheu fazer três cursos no turno da noite: Costura Industrial, Modelagem e Confeccionador de Lingerie. Cada curso durou três meses, todos na modalidade de Formação Inicial Continuada (FIC).

Durante o curso, Karinthea descobriu o seu talento e teve a ideia de empreender. Com o apoio do esposo, ganhou uma máquina de costura e deu início ao pequeno negócio. Aos poucos o trabalho foi crescendo. Hoje, Karinthea desfruta do resultado positivo que o curso do Pronatec trouxe para sua vida profissional e pessoal.

“Consegui montar uma microempresa: ‘JK Capas’. Minha empresa trabalha com lençóis de elástico, capa com zíper, saia para cama box, capa para leito e fronhas. A formação nos cursos foi um diferencial valioso para mim, eu estava precisando naquele momento, pois sem o curso não teria como iniciar nada. A cada dia vejo meu pequeno negócio crescer e por meio das experiências vividas no curso, tenho certeza que vai melhorar”, ressaltou.

Foi por meio do curso de Camareira em Meios de Hospedagem, realizado pelo Pronatec, que Andrea Bernardo, de 19 anos, conseguiu o primeiro emprego de carteira de assinada. Trabalha na empresa Mussulo Resort, no Conde, cidade onde mora, na função de camareira. “Com muito orgulho e gratidão exerço minha profissão, a educação profissional foi de grande importância, o caminho para conseguir meu primeiro emprego, abriu a porta do conhecimento para um novo mundo de possibilidades, responsabilidades, segurança e sabedoria para atuar em função da minha profissão”, falou.

Edson de Souza mora na cidade de José de Piranhas, interior do Estado. Ficou um ano desempregado, depois de fazer o curso de vendedor, conseguiu uma vaga no mercado de trabalho em uma empresa de telecomunicação, como representante. “Me qualificar foi muito importante tanto para seguir carreira profissional quanto para se inserir no mercado de trabalho”, falou.

A Paraíba conta com 75 escolas profissionais e técnicas entre as Escolas Cidadãs Integrais Técnicas (ECITS) e EPTs. Em se tratando de matrículas na educação profissional, o número subiu de 1.767, em 2010, para 12.358, em 2018, 10.591 matrículas a mais na educação profissional no Estado. Já na qualificação profissional, que nem sequer existia em 2010, foram registradas 5.726 matrículas em 2018. 

ECITs - O novo modelo de Escola Cidadã Integral e Técnica, implantado em 2016 pelo Governo do Estado, trouxe como diferencial os cursos técnicos, que visam à formação dos jovens para atuarem no mercado de trabalho. A inclusão dos cursos técnicos integrados ao ensino médio traz avanços nas duas áreas importantes na vida do estudante: acadêmica e profissional. Nas ECITs, os estudantes concluem o ensino médio com dois diplomas, um de conclusão do ensino médio e outro diploma profissional do curso técnico ofertado pela escola. Em 2019 serão 67 ECITs, um total de 10.699 alunos matriculados.

A Escola Cidadã Integral Técnica Pastor João Pereira Gomes Filho, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa, oferta os cursos de Técnico em Cozinha e Técnico em Vendas. Além disso, é uma das escolas que o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) realiza os cursos Técnicos no turno da noite.

Pronatec – Na Paraíba, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) atua em 34 cidades, em 51 unidades de ensino por meio do programa Mediotec, com a oferta de 30 cursos técnicos de qualificação para alunos que estejam matriculados no Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino. Os estudantes recebem bolsa auxílio por hora aula, os cursos têm duração de um ano a um ano e meio. Além do Mediotec, dentro do Pronatec existem outras modalidades: FIC – nessa modalidade são ofertados 38 cursos, que variam de 160 a 200 horas aula. Para o ano de 2019 estão previstas mil vagas nos cursos FIC e 240 vagas em cursos de qualificação profissional no sistema prisional.

Os cursos oferecidos pelo Pronatec na ECIT de Mangabeira são: Programação de Jogos Digitais, Administração, Confeitaria e Segurança do Trabalho. As aulas acontecem no turno da noite e o total de cem alunos matriculados, divididos em quatro turmas. Os cursos fazem parte da modalidade Mediotec, em que o estudante faz o ensino médio concomitantemente com o curso técnico.

Segundo o supervisor da Equipe Local do Pronatec, João Genart, 2018 foi o primeiro ano do curso Técnico do Pronatec na ECIT de Mangabeira. A escola atende todos os requisitos e estrutura para a realização dos cursos, tendo parceria com a gestão escolar. “Os professores do Pronatec passam por um processo seletivo criterioso, que valoriza a experiência profissional no ensino técnico e nas habilidades direcionadas que pode corresponder ao componente curricular que será trabalhado, por isso recebemos os melhores profissionais para os estudantes. Os cursos trazem uma perspectiva muito positiva para o mercado de trabalho”, ressaltou.

Eliane Albino é estudante do 2º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor José Batista de Melo, em Mangabeira. Escolheu fazer o curso Técnico em Confeitaria por gostar da área e ver um futuro profissional. “Eu quero o melhor para mim, estudando e fazendo o curso é uma oportunidade para seguir nessa carreira que escolhi”, falou.

Para a aluna Maria Eduarda, que também cursa Técnico em Confeitaria, esses cursos são um apoio que possibilita a escolha de profissão. “É maravilhoso, não é sempre que temos essa oportunidade, e quando encontramos temos que mergulhar. Quero adquirir conhecimentos, creio que o curso vai me ajudar a saber o que eu vou querer realmente fazer”, disse.

O estudante Brenner Oliveira, da Escola Estadual Professora Debora Duarte, faz o curso Técnico em Segurança do Trabalho e vê o curso como uma ponte para a universidade. “Pretendo fazer arquitetura, a grade curricular do curso vai me ajudar a seguir nessa profissão. As ações do governo em cursos técnicos profissionalizantes para nós estudantes do Ensino Médio é muito importante porque estamos aprendendo, desenvolvendo, podendo seguir uma carreira profissional e engrandecendo o currículo”, observou.

Alex Medeiros fez o curso de Produção de Eventos pelo Pronatec e já realiza alguns trabalhos. Agora ele está no segundo curso, o Técnico em Jogos Digitais, com o intuito de unir as duas formações para seguir carreira. “Escolhi fazer o segundo curso por ter afinidade com jogos. As ofertas de cursos nos incentivam a sempre explorar novos horizontes e ampliar o conhecimento”, observou.

Mediotec – O Mediotec é uma ação Pronatec que oferta vagas em cursos técnicos concomitantes ao Ensino Médio para alunos regularmente matriculados nas redes públicas de educação. De acordo com o gerente executivo de Educação Profissional da SEECT, Américo Falcone, em 2018 foram matriculados 1.300 alunos no Mediotec, para 2019 estão previstas mais 500 vagas em diversos cursos, dentre eles estão: Técnico em Guia Turismo, Segurança no Trabalho, Programação de Jogos, Informática e Administração.

O Programa vem ampliando suas ações. O Pronatec oferece Bolsa-Formação, que permite a oferta de vagas em cursos técnicos e de Formação Inicial Continuada e Aprendiz (FIC) – são cursos de qualificação, oferecidos gratuitamente a trabalhadores, estudantes e pessoas em vulnerabilidade social. Esses cursos presenciais são realizados nas Escolas da Rede Estadual.

Paraibatec – O Paraibatec é um o programa estadual que tem como finalidade o auxílio na formação profissional de jovens e trabalhadores, que atua em parceria com Pronatec. Iniciou de fato suas ações de oferta no ano de 2018, com o primeiro curso a distância (EAD) na modalidade FIC, em parceria com a rede Gira Paraíba, para os professores das escolas estaduais.

EPT – Educação Profissional e Tecnológica (EPT) é uma modalidade de educação que dá oportunidade ao aluno de ter uma profissão, por meio do conhecimento necessário, permitindo o desenvolvimento das competências para ocupação especializada. Os cursos das escolas profissionalizantes técnicas estão sendo realizadas em seis cidades da Paraíba: João Pessoa, Campina Grande, Sapé, Alagoinha, Pombal e Alagoa Grande. São nove escolas que oferecem os cursos de Guia Turismo, Informática, Administração, Manutenção e Suporte em Informática (MSI), Comércio, Agronegócio, Enfermagem e Programação de Jogos. Nessa modalidade 1.282 estudantes estão matriculados.

Os cursos da FIC possuem carga horária reduzida e os alunos recebem uma Certificação para determinada função. Já os cursos técnicos são de longa duração, dependendo do curso ofertado. Ao seu término o aluno recebe um diploma que lhe confere a habilitação técnica cursada juntamente com o Ensino Médio ou após a conclusão deste.

Eixos Tecnológicos – Para a oferta dos cursos profissionalizantes na Paraíba foi realizada uma análise de arranjo produtivo da região em parceria com o MEC, por meio de um mapa de demandas, estudando a macrorregião, e quais cursos se adaptam melhor para aquela região. Com base nisso, são apontados os cursos que serão oferecidos.

Os cursos e programas de qualificação profissional e técnica são organizados por eixos tecnológicos, possibilitando itinerários formativos flexíveis, diversificados e atualizados, segundo interesses dos alunos e possibilidades das instituições educacionais. Os principais cursos ofertados na Paraíba são: Ambiente e Saúde, Controle e Processos Industriais, Gestão e Negócios, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Alimentícia, Produção Cultural e Design, Turismo, Hospitalidade e Lazer, Segurança.

Segundo o gerente executivo de Educação Profissional, Américo Falcone, a tendência para este ano é aumentar o número de alunos na educação profissional. “Em 2018 conseguimos, mesmo diante da crise, colocar os alunos do Pronatec no mercado de trabalho. Faremos um site com dados dos alunos que concluíram o curso técnico ou profissionalizante para que as empresas da região possam pesquisar e assim contratar para a vaga disponível”, contou.

http://paraiba.pb.gov.br/educacao-profissional-e-tecnica-criam-oportunidades-para-jovens-estudantes-na-paraiba/

Tags: Paraíba Estudantes PB Jovens Educação Profissional e Técnica oportunidades