NOTÍCIAS

Base Nacional Comum Curricular 11:30, 3 set 2020 Governo promove 2ª Formação de Professores da Ejatec Maranhão 2020 – Novo Ensino Médio

Governo promove 2ª Formação de Professores da Ejatec Maranhão 2020 – Novo Ensino Médio


O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), realizou, nesta quarta-feira (02), a 2ª Formação de Professores da Ejatec Maranhão 2020 – Novo Ensino Médio: Educação Profissional. O objetivo é propiciar a reflexão sobre a concepção e contribuir para o aprimoramento do Programa Ejatec no Maranhão.

No total, serão sete ciclos formativos. Este foi o segundo momento do 1º Ciclo de Formação com gestores e professores dos Centros Educa Mais Coelho Neto, no bairro do Ivar Saldanha, e Dorilene Silva Castro, no bairro do Coroadinho, ambos em São Luís. As duas unidades fazem parte das 16 escolas que servirão de piloto para a implantação do Novo Ensino Médio, no Maranhão. Essas escolas também estão inseridas no Programa de Educação de Jovens e Adultos Integrada à Educação Profissional (Ejatec/MA). Ao término dos módulos, os profissionais que participaram da formação serão multiplicadores de conhecimentos nas formações para os gestores e professores das outras 14 escolas-piloto.

Atualmente, existem 1.500 estudantes matriculados nessa modalidade no Maranhão, nos 16 Centros de Ensino da rede estadual nas cidades de São Luís (Grande Ilha), Timon e Alcântara. A proposta é expandir a modalidade a outras cidades, promovendo a inclusão de um maior número de pessoas.

“Aqui no Maranhão, a Ejatec tem um importante diferencial, que é o Ensino Técnico vinculado à Educação de Jovens e Adultos, porém, com cursos técnicos presenciais para que a gente possa, de fato, garantir um ensino com qualidade, promover a inclusão social desses jovens, desses adultos que já são trabalhadores, alguns deles há bastante tempo afastados da escola, por razões diversas, e que a única possibilidade de retomar os estudos é nessa modalidade. Nesses encontros, estamos construindo a proposta curricular da Ejatec para o estado do Maranhão. Então, é um momento democrático, de discussão, de aprimoramento de concepções e de estudos alinhados à política educacional do Novo Ensino Médio”, destacou Josélia Castro, supervisora de Educação Profissional da Seduc.

Para auxiliar na implantação da Ejatec no Maranhão, a Seduc tem a parceria da Fundação Itaú para Educação e Cultura, responsável pelas mediações e treinamentos direcionados aos docentes e gestores. Tanto no primeiro quanto nesse segundo encontro, a formação foi conduzida pelos especialistas: Paulo Cunha e Priscila Monteiro.

Foram debatidas temáticas relacionadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e Educação Técnica Profissional (EPT), assim como o perfil e as particularidades do estudante da Ejatec. E apontadas propostas que, no final, irão integrar um currículo que atenda às necessidades desses estudantes.

“A grande preocupação é criar condições para fazer com que a aprendizagem da sala de aula seja adequada, conectada e significativa à vivência diária dos estudantes/trabalhadores. Que o princípio formativo esteja aliado à vida de trabalho do nosso estudante, para que, de fato, esse princípio permita a compreensão do significado social, histórico político e cultural da ciência em sua formação”, destacou Eneida Erre, coordenadora pedagógica da Ejatec na Seduc.

“É preciso olhar para a trajetória desse estudante que chegou à EJA, enxergar os fatores que trouxeram esse estudante à essa situação do ensino noturno, respeitar as vivências dele, ao mesmo tempo que não podemos deixar de tentar entender que ele já é um indivíduo atuante no meio social. Talvez tudo isso ajude a identificar o tipo de escola e de ensino que desejamos e podemos construir para esse estudante”, disse o formador Paulo Cunha.



Tags: Maranhão MA Base Nacional Comum Curricular Novo Ensino Médio