NOTÍCIAS

Amapá 14:54, 24 mai 2019 Hortas escolares e reaproveitamento de resíduos são apresentados em Fórum de Boas Práticas

Hortas escolares e reaproveitamento de resíduos são apresentados em Fórum de Boas Práticas

O Governo do Amapá pretende tornar as escolas públicas estaduais em centros difusores de práticas de educação ambiental e, para isso, desenvolve e incentiva o “Projeto Escola Verde: Horta Escolar e Empreendedorismo Sustentável” - estratégia da Secretaria de Estado da Educação (Seed) para modificar hábitos de estudantes através do cultivo de alimentos, além de os tornarem protagonistas pela preservação ambiental e pelo desenvolvimento sustentável.

O Projeto Escola Verde foi apresentado pela titular da Seed, Goreth Sousa, nesta quinta-feira, 23, no encerramento do IV Fórum de Boas Práticas na Administração Pública que, este ano, tratou sobre o tema “Sustentabilidade”. O painel foi apresentado no Plenário do Tribunal Regional do Amapá (TRE/AP), em Macapá. O modelo de sustentabilidade já alcança cerca de 50 instituições de ensino da rede estadual. É orientado pelo Núcleo de Educação Ambiental da Seed e conta com o apoio da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, Conflitos Agrários, Habitação e Urbanismo da Comarca de Macapá (Prodemac).

A secretária Goreth explicou que, para se ter realmente uma Escola Verde, são necessárias algumas ações: implantar uma horta escolar para aproximar alunos, professores e comunidades da terra e capacitá-los para identificar, plantar e manejar hortaliças, plantas medicinais e ornamentais; fazer um tratamento diferenciado do lixo, como a reciclagem e reaproveitamento de resíduos orgânicos; reaproveitar a água da escola e utilizar energia solar no ambiente de ensino. “Quando todas essas etapas forem executadas, a unidade recebe o selo Escola Verde”, frisou.

Para a gestora, o projeto é uma ação fundamental para mobilizar os estudantes e comunidade amapaense por mais conscientização ambiental e desenvolvimento sustentável. “Começamos com hortas escolares com produção de hortaliças para serem utilizadas na merenda, como estratégia para uma alimentação mais saudável e sustentável. Porém, o projeto é maior, e estamos caminhando, obtendo experiências de sucesso com projetos escolares sustentáveis, e vamos conseguir ter várias escolas verdes no Amapá”, motivou a secretária de Educação.

Projeto ecológico premiado

No Fórum, também foi apresentado o projeto “Adubo ecológico” da estudante Laís Ferreira, da Escola Estadual Santa Maria. Ela desenvolve na sua comunidade escolar um fertilizante feito com aparas de lápis e resíduos orgânicos que é utilizado no solo da horta de sua escola. Com esse projeto, a aluna já foi premiada na Feira de Ciências e Engenharia do Amapá (Feceap) e na Expo Nacional Milset Brasil 2018. Esse ano, ela vai representar o Amapá na Mostra Científica Internacional Fecitec, no Paraguai.

“Usamos o adubo na nossa horta escolar e garantimos um lanche mais saudável. Estamos também conscientizando sobre a necessidade da preservação ambiental, além de deixarmos uma reflexão: o que você está fazendo para preservar os recursos naturais? Para ajudar a sua comunidade?”, indagou a estudante. 

Fórum

O Fórum de Boas Práticas na Administração Pública é um evento realizado pelo TRE/AP desde 2015 e conta com o apoio de outros Poderes e instituições. Neste ano, os representantes do Governo do Amapá no Fórum foram as secretarias de Estado da Administração (Sead) e Educação (Seed), a Controladoria-Geral e a Escola de Administração Pública (EAP).



Tags: Amapá AP Boas Práticas meio ambiente Escoa Verde